Postagens

Quais são os Impactos do e-Social na Segurança do Trabalho?

O e-social irá reunir muitas tarefas em um só programa, e é um serviço do governo federal, que veio para auxiliar as empresas, mas o que esta ferramenta poderá ocasionar de impacto na segurança do trabalho? Quais são os impactos do e-social na segurança do trabalho? Esse sistema terá a finalidade de facilitar o trabalho de organizar as obrigações trabalhistas e a ideia é que tudo seja feito de forma mais rápida e centralizada. Esse programa pode assustar os empresários em um primeiro momento, pois exige grande poder de organização, mas, à medida que os dados vão sendo organizados, ficará tudo muito mais fácil e será feito a partir de um programa só. O e-social pretende afetar de maneira significativa os processos dentro da empresa, no que se refere aos empregados e os empresários terão de ser organizados e fazerem as coisas corretamente. Isso também valerá para a segurança do trabalho. As regras devem ser cumpridas à risca, pois os sistema terá uma abrangência capaz de ide

Como a Consultoria Segurança do trabalho pode impedir acidentes?

Imagem
Além de um bom ambiente de trabalho, um bom salário, bons benefícios, uma outra coisa que todo trabalhador procura dentro das empresas é um ambiente seguro de trabalho, é por isso que a consultoria segurança do trabalho é tão importante dentro das empresas. Com certeza você não iria trabalhar num local onde a empresa não se preocupa com a sua segurança e com a segurança dos de mais colegas de trabalho. E é para garantir essa segurança que as empresas devem, sim, investir na consultoria segurança do trabalho . Essa consultoria não só vai ajudar a garantir a segurança de todos os funcionários dentro da sua empresa, como vai garantir que os acidentes não aconteçam ou aconteçam em menor escala. Segurança do trabalho: Como impedir acidentes? Consultoria segurança do trabalho Por exemplo, numa empresa que mexa com solventes combustíveis ou inflamáveis, essa consultoria segurança do trabalho é de extrema importância. Esses são produtos perigosos e que podem acabar com a c

Dimensionamento da CIPA

Imagem
A CIPA  é  estabelecida pela Norma Regulamentadora NR 5,  conforme Ministério do Trabalho e Empregado. CIPA  - O que é? Significa: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Tem como finalidade verificar e informar as condições de riscos ambientais, requisitar medidas para   neutralizar os riscos, garantindo a saúde e integridade física de todos que realizam atividades   na empresa. Qual é o  papel da CIPA na empresa? Sua função é realizar a conscientização coletiva e individual na empresa, da importância das pessoas em todos os níveis (desde o patrão até o mais novo colaborador e prestador de serviços) da boas prática das medidas de Segurança no Trabalho. Pode realizar estas ações através de: Criar panfletos, intranet, mural, realizar campanhas contra vícios, DST, realizar a SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho,  cursos, palestras, treinamentos e muito mais. A CIPA trabalho em conjunto com o membros do SESMT, para promover e gar

Por que realizar o PCMSO?

PCMSO, o que é? Significa Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. Tem como objetivo a programação e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.  Este programa está regulamentado pela NR 7 de acordo como o Ministério do Trabalho e Emprego. Quem deve fazer o PCMSO? Conforme  NR 7 (Norma Regulamentadora), toda empresa e instituição que tenham empregados regidos pela CLT, são obrigados a elaborar e implementar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. Mas, de acordo com a NR 4 - Quadro I - as empresas com grau de risco 1 e 2, com até 25 empregados, não são obrigadas a indicar médico coordenado r. Qual a finalidade do PCMSO? Tem como objetivo a prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce dos agravos à saúde relacionada ao trabalho, constatação da existência de casos de doenças profissionais ou danos irreversíveis à saúde dos trabalhares. Também é um meio de efetuar análises na eficácia das ações realizadas pela empresa

A finalidade do PPRA para as empresas.

Imagem
Este programa pertence a um conjunto de Normas Regulamentadoras regido pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Visa a preservação da saúde e integridade do trabalhador, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequentemente controle da ocorrência de riscos ambientais de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos natuais. Fonte: Segurança e Medicina do Trabalho - 73ª edição - pág. 101 PPRA, o que é? Significa PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. É um programa de ação que deve ser executado contra os riscos ambientais com a iniciativa de reduzir a exposição do colaborador aos riscos apontados. Além de ser, também, um documento fiscal. Minha empresa/instituição é obrigada fazer o PPRA? Conforme a Norma Regulamentadora- NR 9.1 do Ministério do Trabalho, é estabelecida a obrigatoriedade da elaboração  e implementação do documento PPRA para todas as empresa/instituições que tenham empregados. Deve ser feito o PPRA

NR 4 – SESMT

NR 4 – SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO Esta norma estabelece as condições em que as empresas privadas, públicas ou órgãos públicos da administração direta e /ou indireta, que possuam colaboradores regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), irão estabelecer e coordenar os Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), com o objetivo de proporcionar a saúde e preservar a plenitude do trabalhador, no seu ambiente de trabalho. Esta norma está respaldada no artigo 162 da Consolidação das Leis do Trabalho  – CLT.

NR 3 – EMBARGO OU INTERDIÇÃO

NR 3 – EMBARGO OU INTERDIÇÃO Esta norma estabelece as condições em que as empresas e estão sujeitas ter a interrupção de seus serviços, máquina, equipamentos e/ou procedimentos, conforme investigação realizada pela fiscalização trabalhista, no qual é passível adoção de ações punitivas, relativo À segurança e medicina do trabalho. O objetivo desta norma é que os locais em  que os colaboradores irão laborar sejam seguros e isentos de doenças do trabalho. Está respaldada no artigo 161 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.